top of page
  • Foto do escritorGuilherme Cândido

Com direção brasileira, Presságios de um Crime finalmente chega aos cinemas

Finalmente chega aos cinemas a primeira incursão do brasileiro Afonso Poyart em Hollywood: Presságios de um Crime, com Anthony Hopkins, Colin Farrell e a brasileira Luisa Moraes.


A trama coloca Joe (Jeffrey Dean Morgan) e Katherine (Abbie Cornish), uma dupla de oficiais do FBI, numa caçada a um perigoso e brilhante serial killer que parece estar sempre um passo a frente. Intimidados com o desafio e carentes de pistas, a dupla recorre a John Clancy (Anthony Hopkins) um recluso médico aposentado e antigo amigo de Joe para a resolução do caso. Também conhecido por seus dons como vidente, John Clancy rapidamente percebe que há muito mais por trás dos crimes.


Mas antes de estrear em território norte-americano, o brasileiro natural de Santos emplacou um dos filmes nacionais mais aclamados de 2012, o original e frenético 2Coelhos. Com Fernando Alves Pinto, Caco Ciocler e Alessandra Negrini no elenco, a produção chamou atenção por se tratar de uma ousada aposta num gênero pouco explorado no país: ação. E justamente por não se enquadrar no subgênero dos “filmes de favela” ou no das “comédias novelescas”, é que Poyart acabou fama.


Mais do que isso, 2Coelhos se revelou uma aposta certeira, já que graças ao visual apurado de Poyart, o filme soube aliar uma boa história a surpreendentes efeitos visuais. Pois é, filme brasileiro (bom) com ótimos efeitos visuais. E como não é todo dia que isso acontece, não demorou até que o cineasta atraísse olhares de produtores hollywoodianos. Foi quando surgiu o executivo Beau Flynn que imediatamente após assistir 2Coelhos entrou em contato com Poyart.


Em produção há mais de dez anos, o projeto só começou a andar, de fato, depois que ganhou a atenção de Anthony Hopkins, que já havia trabalhado com Flynn no bem-sucedido O Ritual, em 2011. Após ler o roteiro, o ator vencedor do Oscar por O Silêncio dos Inocentes em 1992 rapidamente tratou de entrar para o elenco.


“Se um roteiro é bem escrito, é sempre interessante, e este foi bem escrito. É um roteiro muito, muito bom”, diz Hopkins, que também assumiu em Presságios de um Crime a produção executiva do filme. Sobre o diretor, o ator veterano também se mostrou empolgado: “Ele tem uma percepção visual muito própria e particular para tudo. É um diretor visionário que é ótimo com imagens. Como Ridley Scott, ele é um cineasta sofisticado. Afonso tem uma forma única de olhar o mundo através da câmera e a capacidade de colocar as imagens que meu personagem vê em sua mente na tela”, acrescenta.


Entretanto, ainda faltava um diretor para comandar um projeto, mas depois de assistir a 2Coelhos, Beau Flynn finalmente encerrou sua procura. “Como produtor, eu fiquei super entusiasmado”, confessa Flynn. Ele continua: “O filme 2Coelhos tinha todos os elementos que eu estava procurando - um ponto-de-vista bem estruturado, força visual, bons desempenhos e uma direção confiante”.


Com um diretor contratado e contando com ninguém menos do que Sir Anthony Hopkins na produção, tudo ficou mais fácil, principalmente em termos de escolha de elenco. Rapidamente juntaram-se Jeffrey Dean Morgan (o Comediante de Watchmen), Colin Farrell (Walt – Nos Bastidores de Mary Poppins) e Abbie Cornish (do mais recente RoboCop).


Morgan, aliás, não hesita ao explicar porque aceitou embarcar no projeto: “Primeiro e acima de tudo foi Tony Hopkins. Trabalhar com alguém como ele é talvez a melhor coisa que qualquer ator pode experimentar. Foi realmente emocionante atuar com ele”. O ator também fez questão de elogiar o diretor brasileiro e os roteiristas Sean Bailey e Ted Griffin: “Quando me encontrei com Afonso, gostei bastante de sua visão do que o filme era e do que ele poderia ser. Presságios de um Crime tem realmente um roteiro inteligente, escrito por dois caras realmente talentosos.”


Já Abbie Cornish explica que foi sua personagem a grande responsável por atraí-la ao projeto: “Eu me interessei pela força e solidez dela, por sua confiança e também por sua quase cega e ainda prematura ambição. Ela tem uma calma e uma determinação silenciosa... é muito dedicada e profissional”, conta a atriz.


Para o papel do vilão o produtor Beau Flynn pensou em seu velho amigo Colin Farrell, com quem trabalhou em Tigerland, em 2000. Inicialmente mais animado por trabalhar com o lendário Sir Anthony Hopkins, Farrell logo percebeu que não estava interpretando um personagem qualquer: “O nível de orquestração que ele [o vilão] estabelece para si próprio é bastante complexo e detalhado. Ele basicamente conduz a maioria da ação que acontece no filme. Tudo o que o personagem provoca no filme é para levar o espectador ao confronto final”.


Diante de um elenco tão talentoso, Afonso Poyart não tem do que reclamar, e rasga elogios: “O que grandes atores têm em comum é que eles chegam preparados para o set de filmagens, com um forte ponto de vista sobre seus personagens. Tony, Colin, Abbie e Jeffrey trouxeram ideias que aprimoraram os papéis e contribuíram para a narrativa e para o filme. É excelente quando os atores trazem sugestões que eu não esperava, que realmente somam ao personagem e à cena. Estar aberto a essa troca é a melhor parte de colaborar e de trabalhar juntos”, diz o diretor , que também comentou sobre as diferenças entre Presságios de um Crime e seu primeiro filme, 2Coelhos: “Ambos os filmes têm ação, movimentos rápidos e uma intensidade visual para o ritmo e a montagem, mas Presságios de um Crime me dá a oportunidade de explorar os personagens mais do que eu tinha feito antes”, explica.


Dirigido por Afonso Poyart e com Anthony Hopkins, Jeffrey Dean Morgan, Abbie Cornish e Colin Farrell, Presságios de um Crime já está em cartaz nos cinemas brasileiros.



Publicado originalmente no site Central 42 em 2 de Março de 2016

Posts recentes

Ver tudo

Especial OdisseiaCast + Tomada7

Esse ano, além do tradicional artigo incluindo todos os filmes vistos, me reuni com os amigos do antigo OdisseiaCast para publicarmos nossas listas. Também gravamos um episódio especial para marcar es

bottom of page
google.com, pub-9093057257140216, DIRECT, f08c47fec0942fa0